"Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato...

Ou toca, ou não toca." (Clarice Lispector)
"Eu me recuso a ser sócio de qualquer clube que me aceite como sócio." (Grouxo Marx)
"Repara bem no que não digo." (Leminski)
"Meu epitáfio será: Nunca foi um bom exemplo, mas era gente boa" (Rita Lee)

I am not but I am

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
essa metamorfose ambulante...

domingo, 23 de agosto de 2009

Guns Forever ♥


Noooooooossa, tem muita coisa na nossa vida que passa voando, claro, tem as que se demoram e as que se fixam. Amo as que marcam, mesmo tendo passado rápido. Mas tem uma coisa que eu vou sempre lembrar, uma coisa não, algo, vou lembrar pelo resto da minha vida: Guns N' Roses. Mas não a primeira formação, nem a que temos no momento, mas a segunda. A melhor de todas, a mais foda, tenho certeza de que não serei a única a levar essa lembrança na memória.
A segunda formação do GNR foi a de combinação perfeita, os integrantes tinham uma química timbrada, os mais marcantes do grupo eram: o vocal Axl, tão agudo e potente, e o guitarrista Slash, tão hábil, tão mutável, ele fazia com que a melodia soasse como tendo sabor, não digo que ao ouvi-la, eu simplesmente a ouço, é muito mais que isso, eu a sinto, o que ele faz com uma guitarra... Nossa, sons fantásticos, ao sentir o som que ele faz com uma guitarra, eu fico atenta, mas não estática, muito pelo contrário, fico incondicionalmente elétrica, excitada ao extremo. O que ele faz com uma guitarra... É incrível, é como se ela falasse, os sons escorregam dela e conversam com meus ouvidos, é extraordinária a sensação. Pode ser uma comparação meio engraçada, mas, a sensação extraordinária das melodias que o Slash "cria", nos deixa excitadas, é irremediavelmente um orgasmo, sinto como se pudesse fazer tudo. Enlouqueço ao som de sua guitarra, ao sentir a combinação dos sons que o Slash faz com uma guitarra mais a voz hipnotizante do Axl. Não que os outros integrantes sejam dispensáveis, como eu já disse, foi tudo fruto de uma combinação, porém, a chave de toda a perfeição, de toda a sincronia, eram Slash e Axl, juntos.
O Guns N' Roses é uma das bandas de rock dos anos 80 e 90 que fez história, que marcou como aço em brasa marca a pele, ele deixou um rastro inotável na história do rock.
É deplorável, que após demasiado sucesso, os "integrantes-chave" estejam brigados. Se eles tivessem continuado, com toda aquela coisa que eles tinham, hoje em dia seria a melhor banda de todas, o que eles tinham era/é algo muito invejado.
A banda enfrentou vários problemas, dois deles, constantemente: os problemas com drogas, um dos integrantes, Steven Adler, teve que abandonar a banda por não larga-las, e o outro problema era com Axl, sempre dando "chiliques" ao não ter o que queria.

Mas de uma coisa eu sei, essa banda é tão memorável que passa de uma geração para outra. O Guns N' Roses marcou a juventude da minha mãe, a minha e eu farei com que marque a juventude das minhas "crias" também.