"Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato...

Ou toca, ou não toca." (Clarice Lispector)
"Eu me recuso a ser sócio de qualquer clube que me aceite como sócio." (Grouxo Marx)
"Repara bem no que não digo." (Leminski)
"Meu epitáfio será: Nunca foi um bom exemplo, mas era gente boa" (Rita Lee)

I am not but I am

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
essa metamorfose ambulante...

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Amor(tecedores)



Sabia que penso demais e isso me confunde mais do que ajuda? Sabia que andei querendo me perder e estragar tudo? Sabia que muitas coisas me revoltam e muitas outras me encantam? Sabia que sonho muito acordada? Sabia que daqueles três meses só no meio do segundo que eu juntei coragem o suficiente pra tirar o envelope de cima da mesa? Sabia que eu tinha a pretensão de jogá-lo fora mas que a coragem foi suficiente apenas para transportá-lo da mesa para o guarda-roupa? Sabia que me martirizo muito por uma das coisas que fiz nesse período? Sabia que é muito sabia pra pouca pessoa? Sabia que espero estar com você daqui a cinco anos? E feliz? Muito muito muito feliz? Infinitamente feliz? E continuar com você por mais dez, quinze, vinte anos? Aliás, sabia que vou ficar com você para sempre? E te amar com todo o Amor do meu mundo? Sabia que não é verdade essa coisa de "o que os olhos não vêem o coração não sente"? Sabia que adoro fazer perguntas e que 60% não fazem sentido e que os outros 30% têm duplo sentido? Sabia que isso que eu acabei de dizer é uma meia-verdade? Sabia que tenho ciúmes até do ar que você respira? E das roupas que te tocam? E do céu que te contempla todos os dias? Sabia que isso é bobo, porém, verdade? Sabia que isso está semelhante ao que andei escrevendo nesse fim de semana? Sabia que, além de tudo, isso está melosíssimo? Sabia que existem nesse mundo tecedores de Amor? Isso faz algum sentido?