"Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato...

Ou toca, ou não toca." (Clarice Lispector)
"Eu me recuso a ser sócio de qualquer clube que me aceite como sócio." (Grouxo Marx)
"Repara bem no que não digo." (Leminski)
"Meu epitáfio será: Nunca foi um bom exemplo, mas era gente boa" (Rita Lee)

I am not but I am

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
essa metamorfose ambulante...

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Caroles

Ela é para mim como esses dias que amanhecem nublados e que em torno do meio-dia surgem, timidamente, leves raios de sol, desses que arrepiam o corpo inteiro. São raios de sol bem leves, num geral ela é como um dia nublado com neblina. Neblina sempre me alegra e dá leveza no espírito.

Eu adorava quando passava de manhã bem cedo pelo Elevado da Perimetral em dias nublados e ficava como que hipnotizada vendo as montanhas ao longe envoltas em neblina. É uma beleza tão fina, tão sutil, tão doce... Sinto saudade.

Ela é como esses dias. Uma beleza rara, tímida e doce. Rara no jeito de ser. Tímida no falar e em se mostrar, como os raios de sol que aparecem em dias assim. E doce. Doce na voz, no falar, no beijo, no cheiro, no riso, no olhar. Doce no íntimo. Doce por fora. Doce como a neblina que me toca no espírito e me encanta e me enlaça numa fina e norteadora sensação de liberdade e leveza.


(Tenho muito a aprender).