"Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato...

Ou toca, ou não toca." (Clarice Lispector)
"Eu me recuso a ser sócio de qualquer clube que me aceite como sócio." (Grouxo Marx)
"Repara bem no que não digo." (Leminski)
"Meu epitáfio será: Nunca foi um bom exemplo, mas era gente boa" (Rita Lee)

I am not but I am

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
essa metamorfose ambulante...

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Coisas de Amor.

Odeio essa vida
tão nova
entretanto repleta de sofrimento, tanta preocupação.
Guardo grande dor no coração

Ao ouví-la falar daquilo
com relação àquela pessoa...
Desnorteou-me
o coração parou
o corpo gelou
a respiração falhou

Eu não queria ser eu
naquele momento...
Eu não queria saber ler
também não queria poder enxergar
Eu queria não mais sentir
isso daqui

Andando por qualquer lugar
a ponto de chorar
pensei que não queria mais lhe falar,
pensei em te odiar
por me remeter palavras simples
que me encheram de angústia
pensei em me odiar
por te ouvir e não mandar calar

Não aguentei ficar no quarto,
tão friamente silencioso e escuro,
para continuar a escrever
Coisas de Amor.
Que irônico,
de Amor (!)
deveriam ser coisas de Horror.

Não aguentei ficar no quarto
acuada,
pensando em você,
chorando
até o amanhecer.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Guria Carioca de Sotaque Gaúcho -q

Adormecí pensando.
Pensando nela
E sonhei com ela
ouvi o sotaque dela
É do sul
não obstante, é do Rio de Janeiro

Conforme os dias passam,
com minuciosa jactância,
a imagem e o sotaque dela
só prevalecem,
Inicialmente, como massinha de modelar

Se a vida
de massinha de modelar fosse feita,
como seria a minha,
seria melhor ?

Se a vida
de massinha de modelar fosse feita,
teria eu,
metade da metade da metade da capacidade necessária para moldar e aperceber
Essa guria ?

Talvez o sotaque não fosse o mesmo.
Minha fissura seria
Essa ainda assim ?

domingo, 24 de janeiro de 2010

Errante

Sou regida pela liberdade
de expressão
Tendo ou não capacitação

Meu eu
que não sou eu
Mas que está presente
n'algum ponto, n'algum momento

Meu eu
que é.
Ele está amarfanhado dentro de mim
Talvez não haja fim

O que estou esperando ?
Um milagre ? Uma atitude inesperada ?
O que ?
Esperar não vale nada,
esperar é para os frascos - e comprimidos -,
Esperar para que, se para quase todo mundo
o negócio é falar mal e pôr pra "foder" ?
Esperar não.
Esperar não fez de mim melhor,
esperar não me trouxe nada do que eu queria de volta
e também não curou dores
retorcidas

Falou Drummond,
"A tarde talvez fosse azul,
não houvesse tantos desejos"
Que assim seja.

Então tomo o caminho que me conduz
para a verdade errante,
o caminho pelo qual sempre estive à procura
Ele me levará até ela
Ou quem sabe, até a outra metade do caminho

Errado seria ficar à espera
de algo que não chega nunca
que não se pronuncia.
Não digo que seja errado ser errante
talvez eu diga que seja apenas atraente e distante.