"Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato...

Ou toca, ou não toca." (Clarice Lispector)
"Eu me recuso a ser sócio de qualquer clube que me aceite como sócio." (Grouxo Marx)
"Repara bem no que não digo." (Leminski)
"Meu epitáfio será: Nunca foi um bom exemplo, mas era gente boa" (Rita Lee)

I am not but I am

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
essa metamorfose ambulante...

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Outro Pecado



  Penso que a sua mão-de-obra vale mais do que qualquer dinheiro pode pagar. Porque não é só a sua mão-de-obra, não é só a sua força de trabalho que está sendo usurpada, é a sua vida que se esvai naquelas penosas horas de trabalho maquinal mal-remuneradas.
  Eles te pagam uma miséria pela sua vida que se esvai porque para eles você não tem valor estimado, você não tem importância, você é descartável. Porque para eles você é os outros, e você e os outros são tantos e são um só.
  É uma injustiça brutal vincular coisas como vida à valor monetário, à capital, às duras horas de suor derramado nas indústrias só para aquecer o mercado, a economia, só para fazer dos ricos ainda mais ricos. Esse sim, é o verdadeiro pecado.



“Quanto mais riqueza o trabalhador produz, quanto mais a potência e o alcance do seu produto aumenta, mais pobre ele se torna. O trabalhador se torna uma commoditie cada vez mais barata de acordo com a quantidade de mercadoria que ele produz.” (Karl Marx)

Nenhum comentário:

Postar um comentário