"Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato...

Ou toca, ou não toca." (Clarice Lispector)
"Eu me recuso a ser sócio de qualquer clube que me aceite como sócio." (Grouxo Marx)
"Repara bem no que não digo." (Leminski)
"Meu epitáfio será: Nunca foi um bom exemplo, mas era gente boa" (Rita Lee)

I am not but I am

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
essa metamorfose ambulante...

domingo, 21 de novembro de 2010

Vai, criança.

Porque nem sempre a lufada é boa,
porque nem sempre a surpresa é bem vinda,
porque nem sempre sabemos lidar com o que desejamos ou temos.

De dia e de noite, solidão a dois também mata, mas não te perturbes, caso não tenha sido dessa vez, poderá ser numa outra, vai depender da sua vontade. Na verdade, esperar somente por flores e cores soltas é um erro. Mas se isso te agrada, faça-o então, só não diga mais tarde que não avisei.

Não sei o que se passa na mente dessas bilhões de pessoas, sei que passam várias porcarias, idiotices, putarias, preocupações, enfim, coisas e mais coisas, e aí? E se você não tem um ou uns relacionamentos felizes e satisfatórios, vai ficar cismado? Não sei o que se passa na mente dessas bilhões de pessoas. São bilhões de pessoas. Bilhões.

Porque não há fantasma que dure para sempre, nem chuva que jamais deixe de chover,
porque viver também é recordar.

E se você não se deixa subir, alcançar, cair e se estatelar, se reerguer e superar, então faça um grande favor para o mundo, se mata.
"Recordar é viver" não significa que deva se tornar um museu de coisas perdidas e insuperáveis, nem um mausoléu de rancores, apenas aprenda a se conformar e seguir em frente.

Viver também é ignorar para superar, se for preciso.
Viver não é uma coisa bela sempre, só quase.
Vai viver.
Vai subir, alcançar, cair e se estatelar, se reeguer e superar.
Vai viver, criança, para de perturbar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário